terça-feira, 26 de julho de 2011

Tricobezoar


O hábito de lamber, que faz parte da natureza dos gatos, está ligado à higienização e também traz ao animal uma sensação de prazer, pois promove a liberação de endorfina - hormônio responsável pelo relaxamento e bem-estar. Além de retirar da pelagem as sujeiras, os felinos acabam ingerindo acidentalmente pêlos mortos que, com o tempo, se juntam no trato gastrointestinal e se transformam em  bolas de pêlo, o tricobezoar. Alguns distúrbios do comportamento, neurológico, doenças gastrointestinais primárias ou problemas dermatológicos, que levam a coceira, podem levar a formação das bolas de pêlo.
  Se os pêlos se acumularem no estômago, por exemplo, podem provocar vômito, tosse seca, cólicas abdominais, perda de apetite e até mesmo uma gastrite. E se chegarem ao aparelho intestinal do animal,  podem provocar o ressecamento fecal,  prisão de ventre e, em casos extremos, uma obstrução intestinal.
   Raramente o tricobezoar fica grande o suficiente para permanecer no estômago ou avançar até o intestino delgado causando obstrução, e com isso implicando na necessidade de remoção cirúrgica.
  Escovar regularmente o animal, oferecer uma alimentação a base de ração com formulação preventiva, tosar os gatos de pêlos longos, são algumas das medidas profiláticas que podem ser adotadas pelos donos.

Obrigado, mais uma vez, ao meu amor e amigos pelo incentivo e presença no blog.
Podem continuar sugerindo temas para serem abordados nesse espaço, que é de todos nós.
Beijinhos...

4 comentários:

  1. :D
    E isso ai amor! Continue assim que logo estara bombando aqui! rs :)

    Te amo!

    ResponderExcluir
  2. Míriam Rossettini27 de julho de 2011 18:57

    Minha prima!!! Que chique! Sucesso pra você e seus amores!!!

    ResponderExcluir
  3. Lindo demais seu blog,mana.

    ResponderExcluir
  4. Continue fazendo o que ama. Todos amamos vc e sentimos sua falta. A melhor vet de Jardim e região. E não sou só eu que falo. Vc bem sabe disso. Beijos.

    ResponderExcluir